Angola: Encerramento da Formação "Abordagem e Tratamento do Doente Crítico"

Teve lugar no dia 20 de maio de 2022, no Complexo Hospitalar de Doenças Cardiopulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, em Angola, o encerramento da formação “Abordagem e Tratamento do Doente Crítico COVID-19”, promovida pela Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos.



Esteve presente na sessão de encerramento a Diretora Nacional dos Hospitais do Ministério da Saúde angolano, Jovita André.

Ao longo de nove dias e de um total de 48 horas, foi possível formar 8 médicos e 15 enfermeiros angolanos, provenientes de instalações hospitalares de Luanda, Cabinda e Huambo.


Angola: Encerramento da Formação Abordagem e Tratamento do Doente Crítico - 1

Segundo os formadores, o médico Fernando Henriques, do Serviço de Medicina Intensiva do Centro Hospitalar de Leiria, e o enfermeiro Rui Ferreira, do Serviço de Medicina Intensiva do Hospital Universitário de Coimbra, “o doente crítico COVID é um desafio para todos os profissionais de saúde, em particular para as equipas multidisciplinares das unidades de cuidados intensivos”.


Angola: Encerramento da Formação Abordagem e Tratamento do Doente Crítico - 2

A formação resulta de um parceria entre a SPCI, o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e o Ministério da Saúde da República de Angola (MINSA), que visa reforçar o apoio ao sistema de saúde angolano com competências transversais às necessidades de unidades hospitalares de cuidados intensivos. Insere-se no âmbito do Plano de Ação na Resposta Sanitária à Pandemia COVID-19, entre Portugal e os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e Timor-Leste, no seu eixo de formação, coordenado pelo Camões, I.P.


Angola: Encerramento da Formação Abordagem e Tratamento do Doente Crítico - 3

SPCI Guidelines
Guidelines